WalmartBR

bullying

“- Ô seu careca, fora daqui!

Eliseu virou para tras, olhou firme para os rapazes e os almadicoou em nome de Deus, o Senhor. Entao duas ursas saíram do mato e despedaçaram quarenta e dois deles. Dali Eliseu foi ate o monte Carmelo e depois voltou para Samaria.” (2Reis 2.25)

Caraaaaaa, como eu amo a Biblia!!!! Agora de manha eu e meu esposo estávamos fazendo a nossa devocional e lemos o texto de 2 Reis 2. Nossa! Serio mesmo, eu não me recordo de ter lido essa parte antes na Bíblia não! rs… Eu lembro da passagem anterior e também das ursas, mas não me lembrava do contexto! E  foi muito legal pra mim ler esse texto agora de manha porque meio que fechou minha semana sabe?! rs…

Essa semana eu e uma amiga estávamos conversando sobre esse lance de criação, sobre os desafios da maternidade, de como as crianças hoje não estão sendo preparadas emocionalmente para viverem os desafios da vida e sairem desses desafios pessoas mais fortes, estávamos conversando sobre uma triste noticia de um garotinho de apenas 10 anos que tirou sua própria vida ha alguns dias atras e nos questionando, apesar de não encontrarmos resposta, o que levou uma criancinha assim a fazer isso e tal… o que podemos aprender com isso? Nos ficamos conversando horas a fio…

Sei que em algum momento de sua vida voce como mãe também passou algum desafio na educação dos seus filhos, sendo eles pequenos ou grandes, criação eh um desafio! E um GRANDE desafio! Criar um ser humano pra ele ser o melhor que ele pode ser, não o que eu quero que ele seja, mas o melhor dele, fazendo com que se conheca, saiba lidar com o mundo, com os desafios do mundo, que seja bom com o proximo, fazer boas escolhas, se desviar dos caminhos maus… não, não eh nada fácil!

E eh sobre um “pequeno” ponto desse desafio que quero conversar com voces hoje! Voltando ao texto acima que citei da Biblia, como deu pra voces perceberem, trata-se de um triste fato que acontece, não so hoje, mas ha milhares de anos atras! O BULLYING! Isso mesmo! Esse texto tem claramente um episódio de Bullying! De tanto ouvirmos hoje sobre isso, chegamos a achar que isso eh uma coisa nova, mas não eh! Nossa, como eu passei por isso na escola! “Nariguda, baixinha, cabelo de Toin nhoin nhoin, cabelo de mola…” tenho 33 anos hoje e eu ainda me lembro do rosto dos coleguinhas que falavam isso e se eu apertar um pouco eu me lembro ate dos nomes deles!! Tenho certeza que se voce parar um pouquinho vai lembrar de várias cenas que aconteceram na sua vida e posso afirmar que pelo menos uma vez vc sofreu bullying!

Eh uma coisa nova? Nao! Isso vai acabar um dia? Não! Pra mim a questão que mais me faz refletir sobre o assunto eh: Tenho um filho de 4 anos e uma filha de 7, eles estão preparados para enfrentarem o Bullying? Isso que me faz pensar. Como eu estou preparando os meus filhos para enfrentarem esses adjetivos carregados de maldade e que muitas vezes ferem os sentimentos e levam muitas vezes crianças, adolescente e adultos para um problema psicológico bem maior? O que eu estou fazendo? O que estou fazendo pra eles não fazerem isso com ninguém e pra se acontecer com eles eles saberem como lidar? Tento fazer esse ensinamento de maneira pratica. Aqui em casa eu não permito eles colocarem adjetivos com tom de malícia nem nos brinquedos deles! Isso mesmo! – Mas Renata, que exagero! Pode ser exagero pra voce, mas se eu ver meus filhos brincando, por exemplo, com os bonequinhos de lego e começarem na brincadeira a chamarem aquele boneco de algum nome que no fundo sei que eh uma pirracinha, eu vou neles, chamo eles e converso sobre isso. Vou citar um exemplo real. Minha filha tem uma boneca da Brave, aquela princesa que tem o cabelo vermelhinho sabe! Um dia a gente estava brincando, eu era a Brave, meu filho um carro e minha filha outra boneca, e durante os diálogos dos brinquedos, um deles virou pra Brave e falou – Ah! Sua cabelo vermelhinho!! Mas com um tonzinho de pirraça sabe, eles estavam querendo ofender? Não! Por conhecer meus filhos eu te afirmo que não! Mas aquele momento eu aproveitei para ensina-los algo da vida! De boa, enquanto brincava-mos eu ensinei pra eles de como eh ruim quando as pessoas colocam rótulos nos outros, que mamãe entendia que parecia engraçadinho, que ela era so uma boneca, mas que sempre que fossemos chamar as pessoas de algum nome, que pensássemos antes! E contei pra eles do quanto a mamãe ficava triste quando era pequena e os meus coleguinhas me chamavam de nariguda, falei do quanto aquilo me me deixava com vergonha! Pronto… nunca mais os vi rotulando nenhum brinquedinho e tenho certeza que mesmo se eles deslizarem e chamar algum coleguinha de algum nome, eles vao se lembrar da nossa conversa sobre a bonequinha do cabelo vermelho e vão pedir desculpas!

Certo… isso eh o que eu ensinei eles a fazerem com quem esta la fora, mas e com eles? E se alguém chamar eles por nomes? E se algum mal criado ofender eles com apelidos e adjetivos maliciosos, que irritem e deixem meus filhos tristes? Como ensina-los a passar por isso? Vejo que eh muito importante eu mostrar pros meus filhos quem eles são! Eu tenho um papel fundamental de encucar na cabecinha deles quem eles são! Sempre falo com eles de que nem todos são educados e criados como eles, que existem sim, crianças mal educadas, que não recebem a atenção devida pelos pais e acabam descontando nos colegas as suas frustrações e muitas delas nem conhecem Jesus, mas que mesmo assim, eles devem agir de forma diferente, mostrando o Amor que eles tem dentro deles! O que fazer pra quando os meus filhos sairem da “barra da minha saia” e irem pra escola, ou algum curso ou algum lugar, eles saberem lidar com “a vida”? Eu preciso fazer com que eles tenham certeza da identidade deles! Falar sem cansar do quando que são amados, abençoados, protegidos e filhos de Deus e não importa o que qualquer pessoa falar, eles sabem quem eles são!

Isso foi o que de mais massa e que eu aprendi no versículo bíblico acima citado! Eu não quero dizer e também não vou dizer pros meus filhos pra amaldiçoarem os coleguinhas (que foi o que Eliseu) quando eles passarem por bullying, mas eu sempre falo com eles, principalmente com minha filha que ja esta na primeira serie e ja passou por situações chatas com as coleguinhas e que ja viu varias situações que ela ficou triste por outros colegas, mostro pra ela que quem perde eh quem esta fazendo o bullying! Quem perde não eh quem esta recebendo! (por isso a importância dos pais fortalecerem a identidade dos filhos a todos momento! Não dizendo que eles são melhores que os outros, mas mostrando o quanto são especiais, amados…) Quem perde eh quem esta fazendo o Bullying!! E três coisas me chamaram muita atenção nesse pequeno texto!

1- Os rapazes que ofenderam Elizeu chamando-o de careca foi quem se deram mal!

2- A consequência pros rapazes não veio das maos de Eliseu, ele não sujou suas mãos pra fazer com que os caras parecem de ofende-lo! Ok, ele amaldiçoou os caras, mas ele não pediu pra que ninguém matasse eles e nem pra que a tal das ursas surgissem e despedaçasse eles;

3- Eliseu seguiu seu caminho! Ele continuou cumprindo o propósito para qual ele havia sido chamado! Não deixou que aquelas ofensas o atrapalha-se no seu propósito. Ele simplesmente seguiu!

Se voce voltar um pouco no texto, diz que Eliseu estava saindo de Jerico para ir a Betel, fala que ele ia andando pela estrada  e os rapazes saíram de uma cidade e começaram a caçoar dele gritando aquilo, tipo, do nada… Isso acontecia, acontece e infelizmente sempre vai acontecer! Quantas vezes pessoas aparecem do nada pra nos ofender, nos irritar, tentar nos tirar do nosso caminho e do nosso propósito? Acredito que em muitos casos eh sim necessário chamar o diretor da escola (ou qualquer autoridade) e participar tudo que esta acontecendo pra ele, ate mesmo pra proteger aquelas crianças e pessoas que não tiveram uma formação firme de sua identidade! Mas não posso deixar que essas pessoas me deixem com o espirito abatido, que as ofensas dela me façam nem querer sair de casa ou que ela me desvie do meu caminho e do alvo que quero seguir! Acredito que eh muito importante dizer pros meus filhos que existem sim, pessoas muito mas, que querem nos fazer tristes e nos sentirmos inferiorizados, mas que eu entregue a vida deles nas mãos do Senhor, que eu ore por eles, pra que eles enxerguem o caminho certo e que eu continue vivendo a minha vida e seguindo o meu percurso que o Senhor preparou pra mim! Mostrar pra eles sempre que quem se da mal eh quem esta ofendendo, por isso eh importante que eles não facam o mesmo e que não tomem para si as ofensas!

Precisamos preparar os nossos filhos pra lidarem com as coisas do mundo, para que eles tenham certeza a cada instante que “em Cristo são mais que vencedores”* e que “o Senhor Deus vê o que acontece em toda parte; ele esta observando todos, tanto os bons quanto os maus”** e que “cada um de nos prestara contas de si mesmo a Deus”***

Que criemos seres humanos com o melhor deles aflorando e também fortes para lidarem com as coisas da vida!

Bjos meus amores!! Nao esqueçam de deixarem seus comentários aqui em baixo, de curtirem o post, de compartilhar e me falar se querem mais textos assim, das minhas “viagens” kkkk

*Romanos 8.37

**Proverbios 15.3

***Romanos 14.12

Renata Souza
escrito por Renata Souza